Albedo é considerado uma medida que aponta quão reflexiva é uma superfície. Neste caso, quanto maior for a proporção de radiação recebida que retorna de volta para a atmosfera, maior será o albedo. Esta medida tem implicações diretas para o tempo e o clima em nosso planeta.

Solos secos e claros possuem albedo que variam de 16 a 18%. Enquanto que solos encharcados possuem albedo menor, ou seja, absorvem mais a energia solar incidente.

O albedo varia de 1 (quando um objeto reflete totalmente a radiação do incidente) a 0 (quando absorve toda a radiação). Cabe ressaltar que estes valores são extremos teóricos inexistentes na natureza. O albedo da Terra como um todo, incluindo as nuvens, é em torno de 0,4, ou seja, 60% da energia solar incidente é retida no sistema Terra. Isso quer dizer que cerca de 40% da radiação solar retorna para o espaço.

Região com neve na Áustria

Então, é possível afirmar que quanto mais reflexiva é uma superfície ou objeto, maior o valor do albedo. Superfícies brancas, como neve recém precipitada, refletem uma fração muito alta da radiação recebida. Isso explica em parte o porquê da neve não derreter, mesmo com a presença de sol.

Estima-se que a neve fresca possui uma capacidade de refletir até 95% da radiação solar incidente, enquanto que a neve mais velha, reflete em torno de 35 – 70%.

Superfícies mais escuras, como água, florestas ou asfalto, têm um albedo muito menor, onde mais energia do sol é absorvida. A água profunda, o solo escuro e molhado, o asfalto e a estrada estão entre os elementos que possuem o menor albedo, variando de 5 – 20%.

O albedo do planeta terra tem o valor médio de 0,367, enquanto o da lua é de 0,12. Isto significa que a lua reflete 12% da radiação que chega até ela, enquanto a terra reflete entre 37%. a 40%. O albedo pode ser medido com boa precisão a partir de sensores a bordo de satélites ou plataformas suborbitais de coleta de dados meteorológicos.

O que poderia mudar o albedo do planeta?

Alguns dos fatores que impulsionam as mudanças de albedo incluem, entre outros, os seguintes:

  1. Mudanças no uso e ocupação da terra: trata-se da maneira como as pessoas realizam ações que alteram a paisagem. O desmatamento para a criação de áreas agrícolas, agropecuária e o aumento do tecido urbano das cidades estão entre as principais ações do homem que contribuem para a mudança do albedo terrestre.
  2. Emissões de gases que causam o efeito estufa – Dióxido de carbono e outros gases emitidos afetam o albedo.
  3. Degradação dos recursos hídricos – O uso da água aumentou principalmente devido às atividades agrícolas e crescimento populacional. A água poluída tende a ter um albedo menor.
  4. Poluição – Causa excesso de fluxo de nitrogênio e fósforo.

Importância do albedo para o tempo e clima

O Albedo é um fator muito importante para o clima da terra. A quantidade de luz solar absorvida ou refletida é uma força motriz do nosso clima.

As mudanças no albedo da superfície da Terra, causadas por mudanças no uso e ocupação da terra, afetam o ‘orçamento energético’ do planeta. Se menos energia for refletida, haverá um efeito de aquecimento. Isso pode levar a sérias mudanças como o derretimento das calotas polares. Em larga escala, isso tem implicações para o clima da terra.

Atualmente, cientistas de todo o mundo estão preocupados com o crescente aumento da temperatura global. Se a temperatura do planeta continuar aumentando, as calotas polares irão derreter ainda mais, fazendo com que a água do oceano absorva mais luz solar e consequentemente contribuindo para aumentar o aquecimento global.

Deixe uma resposta