A agricultura pode ser conceituada como uma atividade formada por um conjunto de técnicas voltadas para o cultivo de plantas, tendo como objetivo a alimentação animal e a produção de bens de consumo humano.

Diferentemente de grande parte das espécies, o homem não nasceu criador ou agricultor. Esta evolução aconteceu ao longo de milhares de anos. Foi apenas no neolítico que o homem começou a cultivar plantas e a domesticar animais. Esta fase contribuiu para que se inicia o processo de transformação dos ecossistemas naturais, onde a primeira natureza passou a ser transformada em uma segunda natureza, aquela produzida por meio do desenvolvimento técnico e cultural humano.

Neste processo, é importante destacar que o homem não é a única espécie capaz de transformar o meio visando a sua própria sobrevivência, outras espécies vão além da redação e se dedicam a transformar o meio afim de criar as condições necessárias no ambiente para favorecer o desenvolvimento das espécies que elas exploram. Como exemplo é possível citar o desenvolvimento das formigas criadoras em associação com uma espécie de pulgão. Estas formigas protegem e mantém os pulgões em abrigos e galerias, podendo até cortar as asas dos pulgões que tentam escapar.

Estima-se que entre 10.000 e 5.000 anos antes da nossa Era, algumas sociedades neolíticas já tinham começado a desenvolver a capacidade de semear plantas e manter animais em cativeiro, tendo como objetivo multiplica-los para depois se beneficiar deles. Foi nesta época que plantas e animais começaram a ser domesticados. Isso garantiu a transformação das sociedades de meros predadores para cultivadores, surgindo neste período os primeiros agricultores. Diferentemente de outros animais que exploravam somente uma espécie, a agricultura humana se desenvolveu com base na exploração de várias espécies combinadas.

Acredita-se que as primeiras semeaduras tenham acontecido de forma acidental, próxima às moradias, em lugares destinados para o preparo culinário e debulha de cereais nativos. Os plantios se deram inicialmente em lugares já desmatados e em áreas regularmente inundadas pelas cheias dos rios, o que não exigia nem desmatamento e nem o preparo adequado do solo.

O desenvolvimento da agricultura no neolítico

O desenvolvimento da agricultura neolítica permitiu que a população humana passasse de 5 para 50 milhões de habitantes entre 10.000 e 5.000 anos atrás. Entre 3.000 e 1.000 a.C a população no planeta passa de 50 para 100.000 milhões de indivíduos. Isso se explica devido ao aumento da extensão das culturas e da derrubada-queimada. Destaca-se também o desenvolvimento das grandes sociedades agrárias do Nilo, Indus e Mesopotâmia. 

Atualmente, pesquisas indicam que existiram seis centros de origem da revolução agrícola neolítica. O primeiro foi o centro do oriente-próximo, atual Síria e Palestina, entre 10.000 e 9.000 anos. O centro-americano, entre 9.000 e 4.000 anos, o centro chinês, há 8.500 anos e o centro neo-guineense há aproximadamente 10.000 anos.

É provável que as populações agrupadas em vilarejos e em forte expansão no neolítico tenham se chocado, num determinado momento. É a partir deste momento que o tempo gasto para colher e caçar espécies selvagens se tornam superiores ao tempo necessário para cultiva-las e cria-las.

Entre os anos 1.000 a.C e o ano 1.000 d.C a população mundial quase dobrou de tamanho, passando de 250 milhões de habitantes. Este crescimento se deu basicamente pelo avanço da produtividade agrícola com o desenvolvimento de sistemas hidráulicos em áreas da China e Índia.

A agricultura no século XX

A agricultura teve grande melhoria nas suas práticas de plantio e colheita por volta do século XX, surgindo a Agricultura 1.0, que logo foi substituída pela 2.0 com a utilização da tração animal em diversas atividades. Após alguns anos surge a agricultura 3.0 impulsionada pela criação do Sistema de Posicionamento Global (GPS) e por técnicas de produção avançadas por meio de máquinas agrícolas, permitindo assim um melhor gerenciamento e aproveitamento do plantio. A Agricultura de Precisão (AP) marca o início da chamada agricultura 4.0, que passa a utilizar uma ampla variedade de tecnologias agrícolas para melhorar os processos de plantio, acompanhamento da produção e colheita.

O homem sempre necessitou conhecer o meio em que vive, por questões de sobrevivência, orientação, segurança, guerras, navegação, construção, etc. As técnicas de domesticação de plantas e o desenvolvimento de tecnologias voltadas para o setor agrícola fora primordial para o desenvolvimento da agricultura e para o crescimento populacional.

O papel que a agricultura exerceu no desenvolvimento da humanidade se assemelha a história contato no filme A Guerra do Fogo. Neste filme duas tribos entram em confronto, quando a primeira tribo, menos evoluída e que ainda não domina a técnica de fazer fogo perde a única chama que tinha, levando-a a procurar por fogo em uma tribo mais evoluída. A primeira tribo tratava o fogo como algo sobrenatural enquanto a segundo já dominada a tecnologia de fazer fogo. Neste sentido, quando a humanidade, e mais precisamente as diferentes sociedades do neolítico, passam a dominar as tecnologias de produção agrícola, conseguem obter vantagens sobre a natureza e sobre os demais grupos humanos. Consequentemente, se desenvolvem tanto tecnologicamente quanto culturalmente. 

Escolha a opção mais adequada para citar este texto.

Blog da Geografia (16 de setembro de 2021) Pequena história da agricultura no mundo. Retrieved from https://blogdageografia.com/pequena-historia-da-agricultura-no-mundo/.
"Pequena história da agricultura no mundo." Blog da Geografia - 16 de setembro de 2021, https://blogdageografia.com/pequena-historia-da-agricultura-no-mundo/
Blog da Geografia 28 de julho de 2021 Pequena história da agricultura no mundo., viewed 16 de setembro de 2021,<https://blogdageografia.com/pequena-historia-da-agricultura-no-mundo/>
Blog da Geografia - Pequena história da agricultura no mundo. [Internet]. [Accessed 16 de setembro de 2021]. Available from: https://blogdageografia.com/pequena-historia-da-agricultura-no-mundo/
"Pequena história da agricultura no mundo." Blog da Geografia - Accessed 16 de setembro de 2021. https://blogdageografia.com/pequena-historia-da-agricultura-no-mundo/
"Pequena história da agricultura no mundo." Blog da Geografia [Online]. Available: https://blogdageografia.com/pequena-historia-da-agricultura-no-mundo/. [Accessed: 16 de setembro de 2021]

Referência consultada

MAZOYER, Marcel; ROUDART, Laurence. História das agriculturas no mundo: do neolítico à crise contemporânea. São Paulo/Brasília. UNESP/NEAD, 2010.

Deixe uma resposta