Se você está concluindo o ensino médio e pensamento em fazer uma graduação ou elaborando o seu trabalho de conclusão de curso, certamente irá se deparar com uma questão pertinente a todo tipo de pesquisa, não importa se é da área de humanas, ciências exatas ou naturais, que é se a sua pesquisa irá possuir um caráter qualitativo, quantitativo ou os dois.

Tanto as pesquisas qualitativas quanto quantitativas possuem as suas qualidades. A escolha de uma ou de outra dependerá de qual pergunta a pesquisa está procurando responder. Se a pergunta exige respostas qualitativas, por exemplo, usa-se o método qualitativo.

É importante destacar que no campo científico existem uma série de métodos científicos. Entre eles é possível destacar os seguintes métodos científicos: Quantitativo, quali-quantitativo, descritivo (descreve um objeto de estudo de forma imparcial), exploratório (quando o pesquisador não sabe muito sobre o assunto), explicativo (utiliza métodos experimentais para investigar sobre um determinado assunto), bibliográfico e de campo. Neste texto, vamos apontar as características básicas de uma pesquisa qualitativa e dar algumas dicas para que você possa avançar no seu trabalho científico.

Critérios de qualidade para as pesquisas qualitativas

Destaca-se que por ser diferente da pesquisa quantitativa, alguns pesquisadores não estão de acordo com a adoção de critérios de qualidade nas pesquisas qualitativas, pois esta possui pressupostos filosóficos, objetivos e finalidades diferentes.

As pesquisas qualitativas podem utilizar algumas técnicas para a obtenção de informações: observação do objeto de estudo (vídeos, diários, gravações), criação de situações naturais, perguntar diretamente às pessoas e coleta de artigos, trabalhos acadêmicos ou documentos.

Características gerais da pesquisa qualitativa

a) características gerais;

Um aspecto geral da pesquisa qualitativa, é que apesar da crescente importância de material visual, a pesquisa qualitativa é uma ciência baseada em textos, ou seja, a coleta de dados produz textos que nas diferentes técnicas analíticas são interpretados.

b) coleta de dados;

A coleta de dados é um item que merece ser tratado com bastante cuidados para quem deseja produzir uma pesquisa. Em pesquisas qualitativas a coleta de dados pode ocorrer por meio da leitura de livros e artigos, pesquisas em campo ou consultas a documentos. Destaca-se que a pesquisa documental é considerada uma pesquisa qualitativa, onde utiliza-se documentos de natureza diversa com o objetivo de analisá-los na intensão de gerar novas interpretações e conhecimentos.

É importante tomar cuidado com a fonte dos dados coletados. Por exemplo: você não deve coletar informações e dados em sites que não explicam de forma detalhada quais foram os procedimentos adorados para se chegar ao resultado apresentado no site. Isso quer dizer que todo Dado ou Pesquisa de qualidade possui uma descrição detalhada dos procedimentos metodológicos. Aliás, as fontes de onde você irá coletar os dados para a sua pesquisa precisam estar descritos na sua metodologia.

Estratégias, generalizações e postura do pesquisador

a) objeto de estudo;

O objeto de estudo pode se definido por meio de uma frase curta e você precisa saber basicamente o que pesquisa, quem envolve e onde ocorre o fenômeno. Para facilitar o entendimento destacamos as diferenças entre o assunto da pesquisa, o tema e o objeto de estudo.

Assunto: gestão de recursos humanos.

Tema: Qualidade de vida no trabalho.

Objeto de estudo: Quais os aspectos contribuintes para a satisfação no trabalho.

Perceba que o objeto de estudo é nada mais que o afunilamento do tema. Veja que o tema está relacionado à gestão de recursos humanos, que é o assunto. Por tanto, toda vez que precisar encontrar o objeto de estudo na sua área de pesquisa, comece primeiramente delimitando o assunto, depois o tema e por fim, o objeto de estudo.

Ao se falar do objeto de estudo, é importante saber que em pesquisas qualitativas a afirmação “o todo é maior que a soma das suas partes” não significa que não possa ser conveniente concentra-se “apenas” numa parte do processo de pesquisa.

b) interpretação dos resultados;

Em relação à interpretação dos resultados fica evidente as diferenças entre pesquisas qualitativas e quantitativas, principalmente porque a primeira possui uma interação dinâmica entre o pesquisador e o objeto de estudo.

c) generalização.

As generalizações se baseiam em estudos de caso, além de serem utilizados de acordo com as especificidades da pesquisa. No caso da pesquisa quantitativa, uma amostra representativa asseguraria a possibilidade de uma generalização dos resultados. Relaciona-se a isto a ênfase no processo indutivo, partindo de elementos individuais para chegar a hipóteses e generalizações [1]

d) Postura do pesquisador;

A pesquisa qualitativa é passível de sofrer influência de crenças e valores sobre a teoria. Na pesquisa quantitativa, crenças e valores pessoais não são consideradas fontes de influência no processo científico. Também há que se considerar o envolvimento emocional do pesquisador com o seu objeto de pesquisa.

e) Estratégias de coleta de dados;

O processo de coleta de dados em pesquisas qualitativas considera que todas as variáveis do contexto de estudo são importantes. Porém, é preciso saber distinguir entre o que são variáveis irrelevantes e interferentes. Essa capacidade de distinção não pode ser interferida pelo envolvimento emocional e valorativo do pesquisador. Cabe ressalvar que em pesquisa qualitativa o participante é ativo. Quando o participando é passivo temos ai uma pesquisa quantitativa.

f) Aplicabilidade e uso dos resultados da pesquisa.

Destaca o autor que por alguma razão pouco clara, a posição da primazia da pesquisa aplicada é associada à pesquisa qualitativa e da pesquisa básica à pesquisa quantitativa. Na pesquisa qualitativa a coleta de dados tende a ter uma metodologia específica para cada tipo de objeto pesquisado.

O autor também apresenta seis delineamentos para a pesquisa qualitativa, a saber: estudo de caso, análise de documentos, pesquisa-ação, pesquisa de campo, experimento qualitativo e avaliação qualitativa. Para qualquer pesquisador acostumado a trabalhar quantitativamente fica evidente que nenhum destes delineamentos é necessariamente qualitativo.

A análise de documentos consiste em um dos procedimentos mais tradicionais, e é caracterizada por revisão de literatura, resumos de ideias, entre outros. Com relação à coleta de dados, destaca-se a coleta de dados visuais e verbais. Na pesquisa qualitativa o passo a passo da coleta de dados é de suma importância, pois há uma infinidade de maneiras de coletar os dados de pesquisa. Gunther ainda fala das qualidades que uma pesquisa precisa ter, como objetividade, validade e fidedignidade.

A pesquisa também precisa fornecer explicações detalhadas sobre os processos utilizados para se chegar ao resultado, pois seria difícil verificar a validade científica do estudo sem a observação destas necessidades.

Ao falar sobre uma possível escolha entre um método de pesquisa qualitativo ou quantitativo o autor afirma que o pesquisador não deve restringir a sua pesquisa a uma única abordagem, mais sim utilizar os métodos existentes que mais se adéquam a sua questão de pesquisa, mesmo se constituindo em uma difícil tarefa. Neste sentido, a escolha pelo método qualitativo ou quantitativo irá ter interferências de ordem prática, empírica e técnica no processo de pesquisa.

Escolha a opção mais adequada para citar este texto.

Blog da Geografia (16 de setembro de 2021) Características básicas de uma pesquisa qualitativa. Retrieved from https://blogdageografia.com/diferencas-entre-pesquisa-qualitativa-e-quantitativa/.
"Características básicas de uma pesquisa qualitativa." Blog da Geografia - 16 de setembro de 2021, https://blogdageografia.com/diferencas-entre-pesquisa-qualitativa-e-quantitativa/
Blog da Geografia 1 de setembro de 2021 Características básicas de uma pesquisa qualitativa., viewed 16 de setembro de 2021,<https://blogdageografia.com/diferencas-entre-pesquisa-qualitativa-e-quantitativa/>
Blog da Geografia - Características básicas de uma pesquisa qualitativa. [Internet]. [Accessed 16 de setembro de 2021]. Available from: https://blogdageografia.com/diferencas-entre-pesquisa-qualitativa-e-quantitativa/
"Características básicas de uma pesquisa qualitativa." Blog da Geografia - Accessed 16 de setembro de 2021. https://blogdageografia.com/diferencas-entre-pesquisa-qualitativa-e-quantitativa/
"Características básicas de uma pesquisa qualitativa." Blog da Geografia [Online]. Available: https://blogdageografia.com/diferencas-entre-pesquisa-qualitativa-e-quantitativa/. [Accessed: 16 de setembro de 2021]

Referências

[1] GUNTHER, Hartmut. Pesquisa qualitativa vesus pesquisa quantitativa: Esta É a Questão? Universidade de Brasília. Psicologia: Teoria e Pesquisa. Mai-Ago 2006, Vol. 22 n.2, pp.201-210.

Deixe uma resposta